Arquidiocese de Juiz de Fora recorda importância do Dízimo em novembro

Mes-do-Dizimo-Capa-FacebookComo acontece tradicionalmente no mês de novembro, a Arquidiocese de Juiz de Fora dá início, nesta segunda-feira (1º), à Campanha do Dízimo 2021. Neste ano, a iniciativa tem o tema “Partilhar o dízimo nos aproxima do Pai” e o lema “O Pai vê seu dízimo e te cumula de todas as graças” (cf. Mt 6,4; 2Cor 9,8).

“Este mês serve para todos nós refletirmos e evangelizarmos em relação ao dízimo. E também a pensar: o que é o dízimo na minha vida de cristão? Será que eu tenho dado testemunho desse gesto que tenho na minha vida? São várias as perguntas que nós podemos fazer para celebrar melhor o dízimo em nossa Arquidiocese e em nossa paróquia”, ressalta o Assessor da Pastoral do Dízimo Arquidiocesana, Padre Miguel de Souza Lima Campos.

Mes-do-Dizimo-siteO sacerdote aprofunda o lema pensado para este ano. “Recorda que Deus vê todo gesto de amor e de bem que nós fazemos. Nada passa despercebido aos olhos cuidadosos de nosso Pai dos céus.” O cartaz, que tem como destaque uma mão estendida com um coração no centro, segundo Padre Miguel, mostra que a contribuição mensal é um gesto de partilha e entrega. “O dízimo, antes de ser apenas um mandamento ou uma obrigação, precisa ser essa entrega do nosso coração e da nossa vida”, aponta.

O Assessor da Pastoral do Dízimo ressalta a fidelidade dos dizimistas durante a pandemia, mas observa a necessidade de uma maior evangelização a respeito do ato. Por isso, em 2021, a comissão arquidiocesana optou pela produção de materiais virtuais, para divulgação nas redes sociais, somados ao cartaz e ao folder que tradicionalmente estampam as igrejas durante o mês. “Nós queremos, nesta campanha, reconhecer que temos muitos canais de evangelização, inclusive as próprias paróquias.”

O folder trará os passos do dízimo – de onde vem e para onde vai – e as dimensões deste gesto de partilha e amor segundo o Documento 106 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Fonte: site da Arquidiocese de Juiz de Fora

Catedral é a primeira igreja matriz da Arquidiocese a receber o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB)

mini-curso-brigada-incendio-1Após a execução completa do projeto de prevenção contra incêndio e pânico, a Catedral solicitou a vistoria do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) no mês de agosto. A corporação realizou a inspeção de todos os itens e emitiu o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB).

De acordo com o diácono permanente, Waldeci Rodrigues, que é 2º Tenente reformado do CBMMG, todas as edificações têm que se adequar às normas técnicas dos bombeiros, que no estado de Minas Gerais são representadas pela Lei 14.130, referente à Segurança Contra Incêndio e Pânico. “A Catedral deve ser dotada de saída de emergência, iluminação de emergência, sinalização de emergência, alarme de incêndio, extintores de incêndio, hidrantes, guarda-corpo e brigada de incêndio”, descreveu.

mini-curso-brigada-incendio-2“Estas são as medidas contra incêndio e pânico previstas, porque de acordo com a área total construída da edificação e o tipo de ocupação, ou seja, se é uma edificação comercial, residencial, local de reunião de público, portanto classifica-se a edificação dentro dessas medidas, então as exigências para a Catedral foram essas”, esclareceu Waldeci.

Ele também explicou que a preocupação com a prevenção contra incêndio e pânico vem de alguns anos atrás. “A Catedral já tinha um projeto de prevenção contra incêndio e pânico aprovado pelo monsenhor Antônio Cornélio Viana e no final de 2019 foi firmado um contrato com a nossa empresa, Doht Engenharia, (o Henrique meu filho, é engenheiro da firma e eu sou sócio dele) para que nós o executássemos, mas como o projeto não estava dentro das normas, tivemos que fazer algumas modificações e apresentar um novo para ser aprovado. ”

mini-curso-brigada-incendio-3O diácono destacou um ponto importante de alteração no processo devido à pandemia, que o Corpo de Bombeiros está emitindo a liberação, por enquanto, sem a apresentação dos certificados dos brigadistas de incêndio, para evitar aglomerações. “Dentro dessas medidas que eu citei, tem a brigada de incêndio, que requer que todos os funcionários, bem como também os padres, passem por um curso. Um treinamento para que possam manipular os equipamentos, porque não adianta tê-los à disposição e não saber manuseá-los. Tão logo passe a pandemia, a nossa firma, eu e meu filho, iremos treinar todos os funcionários, que passarão por aulas teóricas e práticas e emitiremos o certificado de brigadista de incêndio”, completou.

Mesmo sem a necessidade de certificado, o diácono dividiu os funcionários, padres da Catedral e a equipe da WebTV “A Voz Católica” em pequenos grupos, para passar algumas noções básicas de como manusear os equipamentos em caso de uma necessidade urgente antes da aplicação do curso. “Então essas são medidas realmente necessárias e obrigatórias e hoje, graças a Deus, a Catedral já está adequada à legislação”.

Confira as fotos de um dos treinamentos em nosso Facebook.

Dia de Finados é marcado por missas

finadosDuas datas importantes abrem o mês de novembro. No dia 1º, segunda, a Igreja celebra o Dia de Todos os Santos. Na terça-feira, feriado, o Dia de Finados. A data é um convite para que as pessoas se lembrem dos seus entes queridos, não só com saudades, mas, sobretudo, com esperança e com a certeza da ressurreição.

Na Catedral, os fiéis poderão rezar pelos seus entes já falecidos em três horários de missas, às 07h, 10h e 18h. A Missa das 10h será transmitida pelo Facebook e Youtube da WebTV “A Voz Católica” e a missa das 18h pela Rádio Catedral FM 102,3.

Origem da data

Os cristãos rezavam e se lembravam dos falecidos desde o século I. Porém, o Dia de Finados nasceu em 998, com um decreto da Abadia de Cluny, o maior mosteiro da cristandade medieval, determinando que os monges sob sua jurisdição fizessem a comemoração festiva de todos os fiéis defuntos no dia 2 de novembro. A data escolhida foi pensada por suceder a Festa de Todos os Santos, comemorada pela Igreja Católica no dia 1º de novembro.

Leia mais

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades da Catedral.
  1. Facebook
  2. Twitter
  3. Instagram
  4. Video