Aniversário de Dedicação da Catedral e 13º da Trezena de Santo Antônio são celebrados no Domingo da Santíssima Trindade

solenidade-santissima-trindadeO último domingo, dia 12, Solenidade da Santíssima Trindade, também foi marcado pela celebração do 34º Aniversário de Dedicação* da Catedral e o 13º da Trezena de Santo Antônio. O arcebispo de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira presidiu a missa das 10h, na Catedral, que foi concelebrada pelo nosso administrador paroquial, padre José de Anchieta, e teve a participação do diácono permanente, Antonio Valentino, e do Coral Benedictus.

Dom Gil falou sobre a exultação em celebrar tantos eventos importantes para a nossa igreja particular, além da Solenidade vivida pela Igreja do mundo todo. “Nosso coração se empolga pela celebração do padroeiro de nossa cidade, do nosso Seminário, da Paróquia da Catedral, de toda a Arquidiocese. Também outra alegria do dia de hoje é a celebração da Dedicação da Catedral, que foi abençoada há mais de 150 anos como matriz ainda e foi sagrada, dedicada por Dom Juvenal Roriz há 34 anos, então é dia de celebração desse evento litúrgico”.

O arcebispo finalizou pedindo a intercessão do nosso padroeiro por todos, principalmente falando sobre o tema do último dia da trezena que foi a Caridade. “Que Santo Antônio abençoe a você e dê todas as condições de praticar a caridade, que possamos viver segundo a Palavra e praticar o amor, sobretudo aos pobres”, completou.

O nosso administrador paroquial, padre José de Anchieta Moura Lima agradeceu a participação dos fiéis nestas celebrações e durante toda a trezena. “Queremos agradecer a presença de tantas pessoas que vieram aqui na Catedral hoje, encerrando a trezena dedicada a Santo Antônio. A pedido de Dom Gil esse ano fizemos trezena e não novena, foram 13 dias celebrando e comemorando nosso padroeiro, rezando pelas necessidades da nossa paróquia e da Arquidiocese. E essa participação foi muito bonita, onde também pudemos transmitir pelas nossas mídias sociais a trezena durante todos esses dias”.

Padre Anchieta também rendeu graças por esse momento importante. “Só temos que louvar a Deus por essa trezena, que no último dia teve a presença de Dom Gil aqui também celebrando os 34 anos da Dedicação da nossa Catedral. Queremos pedir que Santo Antônio continue intercedendo a Deus por cada um de nós, para que possamos ser bons missionários, bons educadores e fazer com que a nossa comunicação, [assim] como ele foi grande comunicador, passando e evangelizando toda a Itália, possa nos ensinar também a sermos proclamadores do Evangelho pelas ruas e sobre os telhados”, destacou.

33* Dedicação

No interior da igreja, próximo à entrada principal, encontramos uma placa com registro da cerimônia, que foi realizada em 12 de junho 1988. Além da placa, existem quatro cruzes em mármores: duas na porta de entrada, e duas próximas ao altar que simbolizam esta dedicação do templo. Cada cruz representa um dos evangelistas e possui uma vela na sua parte superior.

Esta cerimônia significa que a igreja é dedicada a Deus, e no caso da Catedral Metropolitana de Juiz de Fora, em honra a Santo Antônio, e seu uso é exclusivo ao culto divino.

Gratuito: Inscrições abertas para o Curso Bíblico 2022

curso biblicoPara aqueles que desejam entender melhor a Bíblia, ler os seus livros, compreender as suas passagens não podem perder esta oportunidade. Estão abertas as inscrições para o Curso Bíblico da Catedral. A formação começou na sexta-feira, dia 03, às 19h, será ministrada pelo nosso vigário paroquial, padre Elílio de Faria Matos Júnior, e é totalmente gratuita.

O curso acontecerá sempre na sexta-feira, às 19h, e podem participar jovens e adultos. Os interessados devem se inscrever na recepção paroquial, através do telefone (32) 3250-0700 ou pessoalmente de segunda a sexta, das 07h às 18h30 ou no sábado, das 07h30 às 16h.

“Ninguém é cristão sem a ação do Espírito Santo”, destaca Dom Gil durante a Solenidade de Pentecostes

pentecostesNa Solenidade de Pentecostes*, a Catedral também celebrou o 6º dia da Trezena de Santo Antônio em missa presidida pelo arcebispo metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira. O administrador paroquial, padre José de Anchieta Moura Lima concelebrou junto com o vigário da Catedral e vigário geral da Arquidiocese, monsenhor Luiz Carlos. A celebração também contou com a participação dos diáconos Antonio e Waldeci e do Coral Benedictus.

Em entrevista, Dom Gil afirmou ser esta uma das mais importantes festas do calendário litúrgico e também para cada cristão. “Porque ninguém é cristão sem a ação do Espírito Santo. Concluindo os 50 dias da Páscoa, celebramos a vinda do Espírito Santo sobre os apóstolos, sobre Nossa Senhora, sobre a Igreja afinal. Com o Pentecostes, os apóstolos saíram pelo mundo como missionários e desta atitude, neste momento em que foram iluminados e aquecidos pelo Espírito Santo é que a nossa Igreja existe e a partir daquele momento ela se espalhou por todo o mundo”, explicou.

Para a jovem leiga consagrada, Marcela Kamiroski Melo, sem o Santo Espírito nada aconteceria em nossas vidas. “O Espírito Santo é o grande motor transformador da Igreja, então tudo acontece por sua causa, as orações e os sacramentos. Ele que vem fazer a consolação das nossas almas, trazer alívio, paz, felicidade, sem o Espírito Santo nós não estaríamos aqui hoje. Por isso nós temos que louvar pela oportunidade de termos os dons, os carismas e fazer com que através de nós o Espírito Santo chegue a todas as pessoas que queiram alcançar o amor de Cristo”.

Ao final da celebração o círio pascal foi apagado pelo diácono Antonio Valentino, já que a solenidade marca o encerramento do tempo pascal. E todos foram convidados para continuarem participando da Festa de Santo Antônio em toda a sua programação especial.

Confira as fotos em nosso Facebook.

* Descida do Espírito Santo sobre Maria e o Apóstolos no Cenáculo

Leia mais

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades da Catedral.
  1. Facebook
  2. Twitter
  3. Instagram
  4. Video