Começa Assembleia Regional de Pastoral Leste 2

Assembleia-de-2019Até o dia 18 de novembro, a CNBB Leste 2 realizará sua Assembleia Regional de Pastoral, iniciada na manhã desta terça-feira (16). O evento será em formato híbrido, com os (arce)bispos e administrador diocesano reunidos na Casa de Retiros São José, em Belo Horizonte (MG), enquanto os bispos eméritos, coordenadores diocesanos de pastoral, representante dos presbíteros, formadores, as coordenações de Pastorais, Movimentos e Organismos participarão de forma on-line. O Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, está presente.

As reflexões da Assembleia serão norteadas a partir do tema “Formação inicial e permanente do clero”. O primeiro dia do evento será dedicado à análise do “Cenário e perspectivas da pesquisa dos Seminários”, com a orientação do Padre Douglas Alves Fontes, secretário-executivo do Regional Leste 1 e pertencente ao clero da Arquidiocese de Niterói (RJ). “Implicações e desafios da pesquisa no Seminários” será assunto mediado pela psicóloga Luciana de Almeida Campos.

Conduzido pelo professor Willian César Castilho Pereira, doutor pela UFRJ, psicólogo clínico, professor aposentado pela PUC Minas e autor de livros e artigos, o segundo dia de Assembleia será dedicado à apresentação de um levantamento realizado entre os (arce)bispos. Contará ainda com um painel sobre a “Conjuntura Eclesial da CNBB, Assembleia Geral e o Sínodo”, sob a assessoria de Dom Ricardo Hoepers, bispo da Diocese de Rio Grande (RS) e bispo referencial da Pastoral Familiar.

Os grupos que participarão on-line receberão o link de acesso para acompanhar as transmissões pela CiaTicket, através do e-mail e número de WhatsApp cadastrados no formulário de inscrição.

Fonte: site da Arquidiocese de Juiz de Fora, com informações do Regional Leste 2

Vicariato para Vida e Família inicia série de ‘lives’ acerca da doutrina da Igreja sobre o aborto

Live-Sinodal-aborto-1O Vicariato para Vida e Família da Arquidiocese de Juiz de Fora realizou, na noite da última quarta-feira (10), a primeira de uma série de três lives sinodais formativas a respeito da doutrina da Igreja sobre o aborto. As discussões partem do subsídio da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), “Vida: Dom e Compromisso II – Fé Cristã e Aborto”.

O tema “Direito e Defesa da Vida Humana” foi abordado pelo Juiz Auditor do Tribunal Eclesiástico Interdiocesano, Diácono Erivelton Fernando do Amaral. Também participaram da transmissão o Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, o Vigário Episcopal para Vida e Família, Padre Laureandro Lima da Silva, e a integrante da Comissão Arquidiocesana de Defesa da Vida (Codevida), Madre Paulina do Pater Noster, pmPN, além do casal arquidiocesano da Pastoral Familiar, Márcio e Edy Lamar, e Irilene Gonzaga Lima Almeida e Welsson Luiz de Almeida, da Pastoral Familiar da Paróquia São Mateus.

“A fé cristã nos leva a venerar, defender e incentivar a vida. A vida humana é sagrada. O aborto é um problema sempre recorrente; há muitos anos que nós estamos lutando e estamos vencendo, graças a Deus. Até agora o Brasil não criou lei abortista”, apontou Dom Gil.

Em sua explanação, Diácono Erivelton falou sobre o direito à vida, que é uma prerrogativa de todo ser humano. “Só a partir do ano de 1948, com a Declaração Universal dos Direitos Humanos, é que foi intensificado que a vida é um bem, um patrimônio da humanidade. Essa declaração, após as duas grandes guerras mundiais, traz no seu artigo 3º que o direito à vida é um direito universal, inviolável e inalienável. Então esse direito não pode ser cedido para ninguém”, observou.

“Essa discussão sobre o compromisso que nós temos com a vida não é só religiosa, mas passa por questões de uma ética humana. Precisamos realmente viver essas experiências que a CNBB propõe no sentido de compreender as controvérsias dessa realidade dramática do aborto”, afirmou o Vigário Episcopal para Vida e Família, Padre Laureandro Lima da Silva.

A live sinodal está disponível na íntegra no Facebook e no YouTube da Arquidiocese de Juiz de Fora. A próxima reflexão acontece na próxima quarta-feira (17), às 19h30, sobre o tema “A Sacralidade da Vida”, que será abordado pela Neonatologista Elisângela de Oliveira Horácio Crivellari.

Fonte: site da Arquidiocese de Juiz de Fora

CNBB lança hotsite do sínodo 2023 com informações e recursos

capa-hotsite-sinodoPara subsidiar as comunidades e dioceses na vivência da primeira fase da caminhada sinodal, está disponível no Portal da CNBB um hotsite com informações e recursos sobre Sínodo 2021-2023, convocado pelo Papa Francisco. A página foi elaborada a partir das indicações da Equipe Nacional de Animação do Sínodo.

O assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura e a Educação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e membro da Equipe de Animação do Sínodo, padre Júlio César Evangelista Resende, destacou a proposta de oferecer a página web:

“O percurso sinodal que acontece em cada Diocese do país indica a importância e atualidade da proposta deste Sínodo para a Igreja. O hotsite no Portal da CNBB soma-se a tantas outras iniciativas como mais um recurso neste caminho, disponibilizando informações, reflexões e materiais para subsidiar as comunidades e dioceses na vivência da primeira fase da caminhada sinodal. Além disso, o hotsite possibilita a partilha de iniciativas, material e experiência de diferentes dioceses do nosso país.”

Conteúdos

Na página, há links importantes e recursos que podem auxiliar na compreensão da proposta do Papa e no processo de escuta realizado nas Igrejas locais. A Equipe Nacional de Animação do Sínodo oferece um link para baixar o Vade-mécum, que é um manual que acompanha o Documento Preparatório com as principais orientações sobre como participar do processo sinodal.

Há também o vídeo da formação realizada em 14 de outubro, além de outras mídias a respeito da sinodalidade, da proposta do sínodo e da dinâmica de participação do povo de Deus no processo de escuta.

Estão disponíveis ainda notícias relacionadas ao sínodo e como estão as iniciativas nos regionais e dioceses. Por fim, há o link para recursos como subsídios, materiais preparados pela Equipe Nacional e pela dioceses, os quais podem ser usados em formações, encontros e outros eventos preparatórios para o Sínodo 2021-2023.

Acesse: cnbb.org.br/sinodo2023/

Fonte: Site da CNBB

Leia mais

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades da Catedral.
  1. Facebook
  2. Twitter
  3. Instagram
  4. Video